UTILIDADES - Minuto Maçônico

86 - A RÉGUA

1º - A invenção deste instrumento remonta a mais ou menos oito séculos antes de Cristo. Os gregos a atribuíram a Rhycos, célebre arquiteto construtor do labirinto de Samos.
2º - Em linguagem figurada, a Régua representa os princípios, as máximas, as leis, as regras, enfim tudo o que, numa palavra, serve para dirigir e alude às regras de moral, do dever, da urbanidade, da Justiça, dos usos e costumes e das normas estabelecidas pelas leis humanas.
3º - A régua figura em todas as Lojas simbólicas entre os utensílios alegóricos da Maçonaria como emblema de perfeição.
4º - A régua pode ser considerada como emblema da disciplina fraternal, livremente consentida por cada um de nós e que só pode produzir os seus frutos pelo respeito escrupuloso dos nossos ritos.
5º - Unida à linha reta nascida da Régua, ideal suscetível de ser prolongado ao infinito nos dois sentidos, concorre para simbolizar o absoluto e o relativo”.


Lembre-se,

MAÇONARIA ALEGRE E CRIATIVA DEPENDE DE VOCÊ

(saber - querer - ousar - calar)

Rui Tinoco de Figueiredo - MM
ARLS 8 DE DEZEMBRO - 2285
GOSP/GOB Guarulhos - S.Paulo

Agenda de Reuniões

Jornal "O Cruzado"

Área Restrita

Esqueceu a senha?

Patrocinadores