UTILIDADES - Minuto Maçônico

122 - O PAINEL

1º - Chama-se painel a um quadro de pano, oleado, etc., no qual são pintadas, gravadas ou bordadas, etc., as figuras que servem para a instrução maçônica, e que é exposto depois de aberta a sessão e fechado ao serem encerrados os trabalhos.
2º - Os ingleses chamam-no de "Tracing Board", isto é, "Tábua de Delinear", reminiscência da Maçonaria Operativa simbolizando a "prancheta" sobre a qual o "Mestre traçava linhas e delineava desenhos".
3º - Nas Lojas primitivas, o cobridor desenhava sobre o soalho do local da reunião um paralelogramo e dentro dele alguns símbolos maçônicos, que, depois da iniciação, o candidato devia apagar com balde e esfregão.
4º - Posteriormente, algumas Lojas aboliram este método, adotando objetos de metal, representando os símbolos, que colocavam no soalho e sobre os quais eram feitas as instruções simbólicas e morais.
5º - Finalmente, o pintor John Harris, em 1820, desenhou os painéis geralmente adotados pelas Lojas. Nunca houve qualquer regulamentação a respeito de tais desenhos e por isso existem variações, todas, porém, baseadas no simbolismo original.


Lembre-se,

MAÇONARIA ALEGRE E CRIATIVA DEPENDE DE VOCÊ

(saber - querer - ousar - calar)

Rui Tinoco de Figueiredo - MM
ARLS 8 DE DEZEMBRO - 2285
GOSP/GOB Guarulhos - S.Paulo

Agenda de Reuniões

Jornal "O Cruzado"

Área Restrita

Esqueceu a senha?

Patrocinadores