UTILIDADES - Minuto Maçônico

37 - IMORALIDADE

1º - A imoralidade constitui o ato ofensivo no relacionamento humano; trata-se de aspectos éticos que podem variar segundo o grau de evolução de uma sociedade.
2º - Como a libertinagem, é o excesso de liberdade, existem, em casos aparentemente inocentes, atos de imoralidade.
3º - A maçonaria procura evitar que seus adeptos pratiquem atos de imoralidade, mas no sentido mais amplo e profundo.
4º - O maçom deve estar sempre alerta para não cair no terreno escorregadio do limite fronteiriço entre a imoralidade e libertinagem e reagir em tempo, freando seus instintos menos recomendáveis.
5º - Ser maçom não é fácil nem decorre de uma mera iniciação; o comportamento moral é o que designa como sendo um ser "livre e de bons costumes".
 
  
Lembre-se,

MAÇONARIA ALEGRE E CRIATIVA DEPENDE DE VOCÊ

(saber - querer - ousar - calar)

Rui Tinoco de Figueiredo - MM
ARLS 8 DE DEZEMBRO - 2285
GOSP/GOB Guarulhos - S.Paulo

Agenda de Reuniões

Jornal "O Cruzado"

Área Restrita

Esqueceu a senha?

Patrocinadores