UTILIDADES - Minuto Maçônico

60 - MAR DE BRONZE

1º - Deus ordenou a Moisés que mandasse construir uma bacia de bronze para que os sacerdotes lavassem os pés e as mãos, quando entrassem na tenda da consagração ou quando fossem imolar as vítimas no altar dos sacrifícios.
2º - Quando mandou erigir o Templo, Salomão fez construir por Hiram de Tiro (I Reis VII, 23-26 e II Crôn. IV, 2-5) uma enorme pia de bronze, sustentada por doze touros (querubins) para as suas abluções e purificações.
3º - Atenta ao simbolismo da purificação pela água, a maçonaria, através de muitos de seus ritos, mostra, no recinto das Lojas, a representação do mar de bronze, para a purificação das mãos do candidato.
4º - Usada na cerimônia por que passa o recipiendário, no decurso da sua iniciação, para ensinar-lhe que a limpeza do corpo físico é uma das condições prévias para a pureza da alma.
5º - Embora haja, em muitas Lojas, apenas uma jarra judaica e uma bacia, para as abluções, o mais sensato é que exista uma miniatura do mar de bronze, com as suas quatro juntas de três bois, cada uma delas olhando para um dos pontos cardeais da Terra.

        
Lembre-se,

MAÇONARIA ALEGRE E CRIATIVA DEPENDE DE VOCÊ

(saber - querer - ousar - calar)

Rui Tinoco de Figueiredo - MM
ARLS 8 DE DEZEMBRO - 2285
GOSP/GOB Guarulhos - S.Paulo

Agenda de Reuniões

Jornal "O Cruzado"

Área Restrita

Esqueceu a senha?

Patrocinadores